DISTIMIA

A distimia é uma forma moderada de depressão, que costuma ser crônica. Ela interfere negativamente na vida das pessoas, porque chega a empobrecer suas relações sociais e a realização das atividades do dia-a-dia. Apesar de não ser incapacitante, pode tornar a vida muito pesada, desestimulante e evoluir para um quadro de depressão maior, este sim, incapacitante. As pessoas que convivem com o distímico costumam ressentir-se de seu constante mau humor, negativismo e desânimo. Sentem que, por mais que se esforcem para animá-lo, ele sempre encontra uma maneira de desclassificar o esforço feito e mostra-se refratário a qualquer tentativa de melhorar o clima nos relacionamentos, geralmente alegando alguma indisposição, cansaço ou sintoma físico. A psicoterapia é altamente indicada para a reversão dos quadros de distimia por ser a modalidade de tratamento que mais proporciona a oportunidade do paciente aprender a se sentir estimulado novamente. Sem a ajuda da psicoterapia, o distímico dificilmente consegue acessar a sua fonte de alegria interior, que a ele parece estar perdida ou inexistente.

 

© 2016 | Mariuza Pregnolato - Todos os direitos reservados | Lei do Direito Autoral
A reprodução total ou parcial do conteúdo desta página é permitida sem autorização prévia por escrito da autora
(copyright) para fins educacionais ou informativos, desde que a fonte seja corretamente citada.