Cuidados ao postar nas redes sociais

Print Voltar

Qual o maior erro que as pessoas cometem nas redes sociais?

É a falta de bom senso, não se lembrar que estão se relacionando com pessoas cujas opiniões, experiências e comportamentos são muito diversos e, portanto, cada exposição deveria ser algo comedida, educada e respeitosa, até por uma questão de autopreservação, também.  Não precisa aparentar ser o que não é, mas comportar-se do modo como qualquer pessoa educada se comporta em público, só que sabendo que por trás dos perfis também escondem-se pessoas muito diferentes do que aparentam ser.

O que eu não devo postar nas redes sociais de forma alguma?

Nada muito pessoal ou que possa comprometer sua segurança e privacidade. Pense em como você age na sua vida real e faça uma correlação com o mundo virtual. Por exemplo: Na vida real você costuma deixar que qualquer um entre na sua casa a qualquer hora? Você dá palpites não solicitados quando pessoas desconhecidas conversam na mesa ao lado no restaurante? Você fala o que bem entende sem se preocupar com a opinião de ninguém e sem levar em conta o contexto? Preza a sua privacidade? Protege suas senhas?… Note que antes de postar ou de se expor em fotos, é prudente pensar nas possíveis consequências quando cada um desses conteúdos forem vistos pelas mais diferentes pessoas. A página é sua e portanto, teoricamente, você tem o direito de agir livremente ali, mas há regras implícitas que só valorizam o seu conteúdo quando há sensatez, respeito e boa educação. Nunca deixe de considerar que qualquer coisa que você postar pode ser usada contra você. Ser você mesma, espontânea e verdadeira, ok, mas no privado e somente com aquelas poucas pessoas com quem você sabe que pode se sentir protegida.

É possível perder o emprego por causa de potagens nas redes?

Sim, e conheço alguns casos. Todos devido à imprudência e falta de sensatez. O mais recente, por exemplo, foi o caso de um paciente que viu no FB que seu funcionário estava se divertindo na balada com amigos no mesmo dia em que deixou de participar de um rodízio no turno de trabalho da empresa, alegando estar doente.

Até que ponto é ok postar fotos e informações profissionais nas redes sociais?

Qualquer informação pessoal ou privada, que ultrapasse a fronteira do profissional, pode atuar tanto a favor quanto contra, a depender das características do headhunter que está te pesquisando. Limitando-se a colocar aquilo que você faz bem e tem de melhor no seu curriculum vitae, aumentam suas chances de ser convidado para ocupar posições condizentes com seu perfil.

Quanto tempo, por dia, é recomendado ficar online nas redes sociais durante o trabalho?

É importante contextualizar sempre. Se a empresa permite que as pessoas usem livremente o celular durante o expediente, basta que o trabalho seja realizado sem prejuízo, que não se percam metas, que não ocorram distrações e não se cometam erros por falta de atenção. Já se a empresa não vê essa prática com bons olhos, deve-se evitar ao máximo esse comportamento ou procurar outro lugar para trabalhar. De qualquer forma, o bom profissional sempre vai procurar fazer seu trabalho da forma mais eficiente possível e dará o mínimo de espaço possível para seus afazeres pessoais enquanto estiver no horário de trabalho. Ele gostará de se destacar pelo comprometimento e profissionalismo, organizando-se para dedicar-se à sua vida privada e preferências pessoais de lazer e relacionamentos quando estiver fora dali.

Quais dicas você daria para as pessoas que utilizam as redes sociais não se prejudicarem profissionalmente?

Para as pessoas que sabem como comportar-se adequadamente nos diversos ambientes, a dica é usar o mesmo tipo de discernimento que as orienta ao interagirem com os mais diferentes cenários e tipos de pessoas. Ninguém age igual o tempo todo:  Você não usa com seus superiores hierárquicos o mesmo vocabulário e informalidade que usa em casa; não vai à praia com sua roupa de festa e vice-versa. Se você não desacata autoridades, nem usa de truculência com as pessoas, não profere leviandades inconsequentes ou brincadeiras de mau gosto, você tenderá a ser mais respeitado, principalmente se suas opiniões forem ponderadas. Uma atitude de seriedade e reflexão sempre inspira confiança. Para agilizar a comunicação via mensagens, por exemplo, valem abreviações e emojis, claro, mas algum cuidado com a ortografia é muito bem-vindo; não usar maiúsculas, pois equivale a gritar; evitar excesso de reduções que deixem o texto descuidado ou confuso; reler antes de enviar, para evitar que “correções” sugeridas automaticamente não troquem as palavras distorcendo ou tornando incompreensível sua mensagem. E é bom que não te julguem uma pessoa desatenta logo de cara. E nunca, jamais opine sobre ou compartilhe um post cuja veracidade e fonte você não checou cuidadosamente.

Estamos sempre nos comunicando com pessoas que, além de muito diferentes entre si, possuem vários níveis de desenvoltura com a tecnologia. Por isso, um meio termo entre o formal e o ultra-tech parece ser uma boa medida, sempre que você não estiver se comunicando com seu grupo mais chegado de pessoas. Esses cuidados não passarão despercebidos quando seu perfil estiver sendo visitado por empresas interessadas em você.

__________

Mariuza Pregnolato em entrevista ao site www.taofeminino.com.br 

© 2016 | Mariuza Pregnolato - Todos os direitos reservados | Lei do Direito Autoral
A reprodução total ou parcial do conteúdo desta página é permitida sem autorização prévia por escrito da autora
(copyright) para fins educacionais ou informativos, desde que a fonte seja corretamente citada.